O que é um Raspberry?

raspberry_artigoVenho-vos falar sobre um tema que já existe há algum tempo, no entanto pouca informação em Português encontrei ao realizar várias procuras no Google.

Ouvi falar pela primeira vez de um Raspberry numa conversa de café em que um amigo me falou num computador que tinha transformado em media center, até aí nada demais qualquer computador pode ser transformado num media center, no entanto fiquei estupefacto quando ele referiu um computador do tamanho de um cartão de crédito.

Como tenho uma curiosidade nata embutida no meu ser, a minha primeira pergunta de muitas foi como se chama e como funciona. Trata-se de um Raspberry que funciona com um sistema operativo baseado em Debian e com capacidades bastante agradáveis ao seu preço de custo.

Ora que após alguns dias a fazer procuras no Google, a visitar forums e sites a ler artigos atrás de artigos deparei-me com a inconsistência que indiquei no inicio deste artigo, a falta de artigos e informação em Português.

O nascimento

Em 2006 cresceu uma ideia na cabeça de Eben Upton, Rob Mullins, Jack Lang and Alan Mycroft que eram quatro membros da Universidade de Cambridge do laboratório de tecnologia quando se aperceberam da descida de conhecimentos de alunos que se candidatavam à área de Informática. Isto porque em 1990 quando os alunos se candidatavam apresentavam conhecimentos de programação através “hobbie” que comparado com os alunos que se candidatavam em 2000 apenas apresentavam conhecimentos mínimos de web design e pouco mais.

Basicamente algo tinha alterado na forma como a geração mais nova estava a relacionar-se com o computador. Basicamente o aparecimento de computadores pessoais em casa e consolas de jogos que ultrapassaram os Amigas, BBC Micros, Spectrum ZX e  Commodore 64 que exigiam e incentivavam o gosto pela programação.

Todos os quatro sentiram uma necessidade de criar algo que incitasse a programação e que não oferecesse um ambiente gráfico e alcançável por todos que se encontrava presente nos computadores pessoais que eram caros, procurando assim uma igualdade aos “velhos computadores” que arrancavam num ambiente de linha de código.

De 2006 a 2008 desenharam algumas versões beta (que podem conhecer aqui) do que se tornaria no Raspberry PI que agora se encontra disponível. Em 2011 após uma parceria, o Mundo conhecia o Raspberry PI que apenas em 1 ano vendeu mais de 1 milhão de unidades.

O que é um Raspberry

Trata-se de um computador do tamanho de um cartão de crédito onde necessita de ligar um teclado, um rato e que pode ligar a uma televisão. Apesar do seu tamanho com este computador  pode realizar projectos electrónicos, as tarefas habituais num computador “normal” como abrir um excel, um word e jogar jogos. Também pode visualizar vídeos de alta definição e muito mais.

Onde posso aprender mais sobre Raspberry

Existem bastantes locais na Internet onde pode aprender mais sobre como utilizar e maximizar o seu Raspberry PI desde vídeos, tutoriais e muito mais. No entanto o que pretendo é indicar o máximo de locais na língua Portuguesa.

  • Pode e deve visitar a página oficial do Raspberry  PI onde tudo aconteceu e continua a crescer.

Site:  Raspberry 

Forum: Forum em português Raspberry

  • Uma comunidade em crescimento dedicada ao Raspberry.

Site: Raspberry PI Portugal

 

Onde pode comprar

Existem bastantes locais onde pode comprar um Raspberry PI e começar a conhecer e usufruir das qualidades de um computador do tamanho de um cartão de crédito.

Caso queira comprar internacionalmente pode encontrá-lo e comprar com confiança nos seguintes locais.

  • Allied Electronics – Empresa americana fundada em 1928 para venda de peças de radio.
  • RS – Uma empresa com sede em Inglaterra.

Caso pretenda comprar nacionalmente pode encontrar nas seguintes lojas.

  •  Inmotion – Empresa portuguesa de produtos electrónicos
  • PTRobotics – Empresa portuguesa fundada em 2010 para fornecer em Portugal produtos electrónicos

Também encontra bastantes Raspberry à venda no Ebay caso pretenda uma alternativa às indicações acima.

Deixem a vossa opinião
O que acharam deste artigo? Deixem um comentário com as vossas dúvidas ou sugestões sobre este tema.

Deixa o comentário com o Facebook

Comentários

1 Comentário

Deixa o teu comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *